Mas, Hein?

É, gente. Já disse e volto a repitir (No bom Portunhol): Yo no creo en bruxas, pero, que las hay, las hay. Do portal MSN:

————-

A investigação judicial na França sobre a tragédia do voo 447 da Air France apontou que falhas na manutenção podem ter provocado o acidente, em junho do ano passado. O Airbus A330 havia saído do Rio de Janeiro e seguia para Paris, quando caiu no oceano Atlântico. Todos os 228 ocupantes do voo morreram. As informações estão presentes no relatório preliminar sobre o acidente, que teve partes divulgadas ontem pelo jornal francês Libération.

O documento elaborado por cinco peritos judiciários, no entanto, ainda está sendo trabalhado e a previsão é que a versão definitiva seja apresentada em dezembro. O jornal aponta que esse é um “elemento contribuinte”, mas afirma não que ainda não é possível com precisão identificar os fatos que conduziram ao desastre. Por isso, concluem que “é necessária a busca de outras provas”.

O relatório aponta falhas na manutenção dos chamados tubos de pitot, sondas de medição de velocidade do avião. Esses equipamentos já haviam sido apontados como possível causa do acidente, quando a própria Air France informou em um comunicado a seus pilotos logo após a tragédia que trocaria os equipamentos de todas as aeronaves. As equipes do Escritório de Investigações e Análises sobre a Aviação Civil (BEA) confirmaram que uma “incoerência da velocidade aferida” havia sido verificada na ocasião do desaparecimento da aeronave.

O relatório dos peritos judiciais põe em questão o tempo decorrido a partir da última manutenção do equipamento – ele leva em conta tanto a quantidade de meses quanto a de horas de voo. As autoridades francesas determinam a manutenção dessas peças a cada 21 meses. No Canadá, por exemplo, depois de incidentes envolvendo aviões da Bombardier, em 2008, foi decidida a mudança no prazo para 600 horas de voo, ou seja, aproximadamente a cada quatro meses. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Será? Será?

Até mais,

João Vítor Balduino

Tá na hora! Tá na Hora!

É, chegou a hora: Amanhã,  em Congonhas, Bye-Bye Oceanair. Do BrasilTuris:

O Presidente da OceanAir, José Efromovich, e o diretor Executivo da empresa, Renato Pascowitch, vão anunciar na próxima segunda-feira, dia 26, no Aeroporto de Congonhas, um grande projeto de renovação de marca, produto, malha aérea e, principalmente, frota.

Uma das principais novidades é a chegada dos primeiros Airbus da companhia. O primeiro deles já entra em operação no dia 27. Serão entregues quatro aeronaves desse tipo ao longo de 2010.

Sorte à…Oceanair, ops, Avianca. Aguardando ansiosamente….

Um abraço,

João Vítor Balduino

Não toque no manche!

Lendo o site Mercado e Eventos hoje, me deparei com uma notícia que me deixou entusiasmado:

Os aeroportos do Galeão, no Rio de Janeiro, de Guarulhos, em São Paulo e Afonso Pena, em São José dos Pinhais (PR), serão os três primeiros terminais do país que receberaão o aparelho ILS3 que permite pousos e decolagens de aviões sem nenhuma visibilidade. O aeroporto paranasense será o primeiro da América Latina a contar com essa tecnologia de localização por radar já que é o que registra mais ocorrências de atrasos e cancelamentos de voos por falta de visibilidade em todo o país.

O Ministério da Defesa vai investir R$ 73 milhões até 2013 na ampliação do terminal de passageiros, da área de manobras, melhorias na infraestrutura das pistas e construção de uma terceira pista para pousos e decolagens no Afonso Pena.

Instalar não é o problema. É até bom, pois estes aeroportos sofrem constantemente com atrasos por motivos meteorologicos. Agora….Tem que treinar tripulação, hem? Ahh, Cias…Não se esqueçam disso, e, boa sorte.

Um abraço,

João Vítor Balduino

Bye Bye, Oceanair.

Dia 26, a Oceanair não existirá mais, em nome. Passará a se chamar Avianca.

SIM! A Avianca do Colombiana German Eframovich, uma das mais antigas companhias, e também a maior (e melhor) da Colômbia, ingressa no competitivo mercado Brasileiro.

Já tá lá, em Congonhas, o PR-AVB, o primeiro Airbus da Oceanair, ops, Avianca, vindo novinho, brilhando e reluzente de Hamburgo, na Alemanha, onde fica a fábrica da Airbus. Ah, e vale lembrar que ele é equipado com sistema de entretenimento AVOD (Audio and Video on Demand), com filmes, jogos, seriados, e muitos outros, com monitores individuais, nos moderníssimos X-Series da Panasonic.

Terei que me acostumar com o Avianca…

Avianca, sucesso no Brasil. Ah, e cuidado com a TAM.

Bah, Tchê! Trilegal!

Fonte: Fórum Contato Radar (Usuário PP-CJC)

“Nesta tarde pousou pela 1ª vez em vôo comercial um Let 410 da NHT, fazendo o vôo NHC 4534 na rota CWB / CGH, o pouso ocorreu as 15h10 e, a aeronave parque ou no Box 26.
Não fiquei sabendo qual foi o prefixo da aeronave.”

Sorte pra NHT…Ela vai precisar. E muito.

Foto: Portal Click RBS

Foto: Portal Click RBS

Um abraço,

João Vítor Balduino


Como uma onda do Mar…

Como uma onda é o título da música do Lulu Santos. Não neste caso.

Devido à um Ciclone que atinge o Rio de Janeiro, as ondas da Baía de Guanabara atingiram a pista do Aeroporto Santos Dumont nesta manhã, porém, não foi motivo nenhum para o fechamento do aeroporto que, no momento do acontecido, operava normalmente.

Aeroporto Santos Dumont

Aeroporto Santos Dumont

O vídeo Abaixo,  do portal G1 (www.g1.com.br) mostra a situação: (Click no Link para Acessar)

http://video.globo.com/Videos/Player/Noticias/0,,GIM1244032-7823-PISTA+DO+SANTOS+DUMONT+E+INVADIDA+PELA+AGUA,00.html

Além das águas de Abril atingirem do Santos Dumont, o Aeroporto do Galeão,  juntamente com o Dumont, apresentam inúmeros vôos cancelados e/ou com atraso superior à 30 minutos nesta tarde.

Atrasos no RJ - Foto: Globo.com

Atrasos no Santos Dumont - Foto: Portal Globo.com

Um abraço,

João Vítor Balduino.

PS::.. Em solidariedade às vitimas da chuva no RJ.