Tapar o sol com a peneira…

É, pessoal…

Olha, não é por nada não…Mas a companhia aérea paranaense, Sol Linhas Aéreas, não anda bem. Já fechou bases como Foz do Iguaçu, Maringá e está concorrendo diretamente com a Trip na sua única rota – Cascavel / Curitiba / Cascavel.

E o que é pior – O preço é o mesmo, a aeronave inferior…E o serviço de bordo? Não tem.

Faltou jogo de cintura. A SOL concorria diretamente com GOL e TRIP, e com preços maiores.

Solano, você tapou seu empreendedorismo como quem tapa o SOL com a Peneira.

Anúncios

Para nós, Pilotos, Sonho…

E o jatinho da Gulfstream continua sendo o sonho de muitos pilotos:

O Jato alcançou a marca de 1176km/h em vôo."

O Jato alcançou a marca de 1176km/h em vôo."

Nesta semana, ele bateu seu próprio recorde de velocidade em vôo. Do portal Terra, INVERTIA:

“O avião mais rápido do mundo, o G650, alcanç

ou a velocidade de 1.176 km/h e renovou s

eu recorde”

Portal CAVOK:

“O jato executivo Gulfstream G650 atingiu a velocidade de Ma

ch 0,995 (aproximadamente 1.176 km/h) durante um voo de teste nos Estados Unidos, reforçando seu título de jato executivo mais veloz do mundo, segundo informou a fabricante Gulfstream nesta sexta-feira, dia 27 de agosto.”

Sonho? Pra mim fica. E pra você?

Uma semana CAVOK.

Abraço!


Deu zica…

Caros leitores e amigos,

Como todos viram através de noticiarios na televisão, infelizmente, a Passaredo perdeu um de seus ERJ-145 (Prefixo PR-PSJ) em Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia.

As imagens divulgadas pelos mais diversos sites mostram claramente a seção traseira da aeronave (Cauda, turbinas) visivelmente queimadas. Uma imagem triste para quem admira a Passaredo, que cresce exemplarmente, manténdo suas raízes na cidade de Ribeirão Preto.

Vão-se os anéis, porém, ficam-se os dedos. Fico na torcida para que a Passaredo consiga rápidamente outra aeronave para sua frota e continue a excelente empresa que está sendo.

ERJ da Passaredo ainda em chamas.

Laranjas pra que te quero!

Amigos,

Novamente a reunião dos tripulantes da GOL não deu em nada. Porém o risco de greve já foi descartado, o que me deixa (E deixa os passageiros também!) alivado. Na reunião de hoje, foi apresentada uma proposta à GOL, que deve dar uma resposta até o dia 31/08 aos tripulantes. Segundo o portal R7 (www.r7.com), a proposta apresentada à Diretoria da GOL continha os seguintes tópicos:

1. Elaboração de escalas de vôos com indicação clara das horas trabalhadas (englobam horas noturnas, diárias fora de casa e horas especiais – de final de semana);

2. Descanso de 12 horas entre uma jornada e outra de trabalho;

3. Cumprimento das folgas que a tripulação tem direito;

4. Respeito à convenção coletiva sobre a jornada de trabalho (de 9h30);

5. Não escalar o mesmo tripulante ou tripulação para madrugadas seguidas, mesmo se ele estiver fora da base;

6. Modificação do sistema, permitindo que o trabalhador acesse a escala aceitando ou não modificações posteriores – ou seja, se ele já tem outro compromisso não é obrigado a aceitar a alteração;

7. A limpeza das aeronaves deve ser feita totalmente por empresas terceirizadas e não pela tripulação;

8. Para vendas a bordo deve haver acréscimo de pelo menos um ou dois comissários para não comprometer a segurança do vôo

Pessoal, nem a GOL nem o Sr. Constantino Jr. são burros à ponto de deixar uma greve estourar desta forma. A GOL peca em alguns sentidos? Ô se peca! Mas nada que um bom administrador e suas cabeças pensantes possam intervir e ajeitar de pouco em pouco. De grão em grão, a galinha enche o papo. O fato é que se a GOL tomasse estas medidas para minimizar o desconforto dos tripulantes há algum tempo, este perrengue não estaria acontecendo agora.

São atitudes simples, que apesar de bobas para algumas pessoas, podem fazer a diferença e melhorar o clima do trabalho na cia aérea. A TAM, por exemplo, já oferece aos tripulantes todo o auxilio médico (Plano de Saúde), salário superior e escala de acordo com as horas previstas.

Gosto muito da GOL, caros leitores. A GOL é um exemplo de crescimento exemplar. É a 2ª cia aérea do Brasil em apenas 9 anos de existencia. Conta com uma frota modernissima (737-700, 737-800 e 767-200/300ER), atende vários destinos na Am. do Sul e Caribe e se prepara para vôos charter aos EUA e Europa, em plena expansão.

Além de gostar da GOL, torço por ela também. A concorrencia é algo extremamente saudável, ao meu ver. E quem sai ganhando sabe quem é? O usuário. A guerra tarifária aumenta a ocupação da empresa, gera receita e barateia as passagens. Mais gente voando, mais movimento, mas aproveitamento. É a lei do consumo.

GOL, que tal alaranjarmos mais um pouco esse tão vermelho céu?

Um abraço à todos e bom final de semana.

João Vítor Balduino.

TAM e LAN = LATAM

Muitos já sabem, a camuflada compra da TAM pela chilena LAN foi confirmada e é oficial. Muitos que leem o Plusaviation também sabem que eu sou um grande admirador do Rolim e da TAM. O homem depositou seu sonho em um Cessna e hoje tem mais de 100 aeronaves na frota do seu sonho.

Eu acho até meio superficial dizer, mas a TAM morreu. O sonho do Rolim pertence aos Chilenos. Sim, é a realidade, meu caro leitar. Doa à quem doer. Não sou eu quem digo isso. Quem falou foi o próprio Rolim, em um trecho do livro “O sonho brasileiro”:

“Sou sempre obrigado a pensar que a TAM é um bem da comunidade. As suas ações servem apenas para me dar estabilidade
na condução de sua gestão, mas é claro que ela é uma empresa do Brasil e contribui para enriquecer o patrimônio nacional. Dessa
maneira, quanto mais satisfação eu puder dar à comunidade como um todo, seja por meio de seus usuários diretos, fornecedores e colaboradores,
mais a empresa estará contribuindo para exercer o papel que lhe foi confiado por essa mesma comunidade”.
LAN e TAM, agora juntas.

Torço muito pela TAM, pela LAN, pela LATAM, como prefeirem. Na hora que formos comparar o sonho do Rolim com o Dinheiro, podem ter certeza que o sonho foi deixado para tràs. Torço para que o nome TAM continue forte como é para todos nós que admiramos o mundo da aviação, que seja um nome lembrado como qualidade em voar, com estilo em voar, com os Cmtes nas Portas das Aeronaves, com as Balinhas no embarque, com as programações diferenciadas, com o sanduíche quente no vôo de 40 minutos, com os Retrojet’s, com o marketing fenomenal. É assim que quero que a TAM seja lembrada. Não como um braço dos chilenos acionistas da LAN, mas sim como um patrimonio nosso, do Brasil.

Segue o baile.

Um grande abraço,

João Vítor Balduino.

Estamos de Volta!

Amigos,

Sim, estamos de volta. Ficamos um tempo inativos. Me dediquei à compromissos com colégio, busca de resultados, e nas férias aproveitei para relaxar.

Agora estamos de volta, trazendo sempre as novidades desse universo magnifico da aviação e claro, tratando da aviação com ética como deve ser tratada.

Sejamos todos bem vindos novamente. Espero que gostem!

Um grande abraço,

João Vítor Balduino.